sábado, 14 de setembro de 2013

Netflix usa pirataria para selecionar quais séries comprar

"Nós olhamos aquilo que vai bem nos sites de pirataria”, afirmou Kelly Merryman, vice-presidente de compra de conteúdo da empresa

Tela de computador com Netflix
Victor J. Blue/Bloomberg
A Netflix confirmou que usa sites piratas para determinar quais programas de televisão e filmes deve incluir em seu serviço de streaming. A escolha é baseada nas atrações mais baixadas dos sites de compartilhamento de arquivos.

O vice-presidente de compra de conteúdo do Netflix afirmou para o site holandês Tweakers a estratégia da companhia. “Sobre a compra de séries: nós olhamos aquilo que vai bem nos sites de pirataria”, afirmou Kelly Merryman.

Sites como BitTorrent dão ao Netflix informações valiosas de popularidade de filmes e atrações de televisão. As compras de maiores sucesso do serviço foram baseadas nessa estratégia.

Em outra entrevista para o site Tweakers, o CEO do Netflix Reed Hastings afirmou saber que os conteúdos são baixados via torrent de maneira gratuita e sem permissão. “Há algum movimento de torrent acontecendo, e isso ocorre no mundo todo, mas isto só cria a demanda por conteúdo”.

Hastings acredita que o Netflix é muito mais fácil de usar do que baixar filmes piratas e que, eventualmente, quem não quiser fazer o download de um arquivo poderá se juntar ao Netflix. “É apenas clicar e ver”, disse.

Quando o Netflix foi lançado no Canadá, em 2010, por exemplo, o trafego do BitTorrent caiu 50%. Apesar de usar informações da pirataria para as suas aquisições, a companhia enfrenta problemas maiores nas negociações com os produtores de conteúdo e na competição com outros fornecedores de vídeos via streaming.

(Informações da T3 Magazine)

Um comentário: