sábado, 31 de maio de 2014

Vaza imagem da parte traseira do suposto iPhone 6

Por Eric Colombo

MacFixit
O MacFixit, site australiano, especializado na venda de acessórios para dispositivos Apple, publicou em seu blog a traseira  de um suposto iPhone 6. De acordo com o MacFixit, um contato chines lhes enviou a imagem.

É possível ver na imagem a traseira do dispositivo, na cor verde, que provavelmente seja apenas uma película. Os australianos acreditam que a imagem é verdadeira, pois, segundo eles, outras fotos, que se provaram legítimas, vazaram no passado desta fonte.

A imagem do suposto iPhone, que deverá ser lançado ainda este ano, comprova rumores que dizem que ele virá com uma tela de 4,7". Outra coisa notável na imagem é o logo da Apple vazado.

Nada está certo, o que podemos fazer, é aguardar para ter certeza. 

Essa semana a Apple realizará a WWDC, a conferência para desenvolvedores, onde possivelmente irá anunciar o novo iOS 8, além do novo Mac OS X, que deverá se chamar Yosemite.

Nova versão do Apple OS X pode se chamar Yosemite

Nome é o mesmo do parque nacional da Califórnia. Suspeita surgiu de fotos tiradas e divulgadas por funcionários da companhia

Divulgação
Além de grandes atualizações, o Mac OS X da Apple deve ser apresentado com um novo nome na conferência mundial de desenvolvedores da companhia, a WWCD, que acontece na semana que vem.

E, segundo rumores, a nova denominação do software já foi escolhida: Yosemite, nome do parque nacional da Califórnia.

O local é um dos usados pelo CEO da empresa, Tim Cook, em seus hobbies de escalada a rochas e montanhas. Este não seria o indício da escolha do nome, mas sim um banner com a imagem do Yosemite estendido no centro da empresa, em São Francisco.

Uma foto do painel marcada com um "X" ( para o lançamento do OS X ) e "8" (para a versão iOS 8) foi tirada e postada por um dos funcionários da Apple hoje pela manhã.
Por trás do “X”, o banner traz a imagem de uma rocha bem conhecida do parque, chamada El Capitan – e por isso El Cap também está na lista de possibilidades para o novo nome do software.

El Cap, inclusive, é um dos nomes registrados pela Apple para uso exclusivo. Outros registros de marcas para nomes de produtos da empresa seriam Sequoia , Mojave, Sonoma, Ventura, Redwood , Big Sur , Califórnia, Grizzly , Monterey e, claro, Yosemite.

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Valor médio pago em smartphones deve cair 6,3% em 2014, diz estudo

SeongJoon Cho/Bloomberg
Os smartphones devem se tornar ainda mais acessíveis, segundo um novo estudo da consultoria IDC. A empresa prevê que o valor médio do celular pode cair 6,3% em relação ao verificado em 2013. A média deve cair de US$ 335 no ano passado contra US$ 314 neste ano.

Na previsão da consultoria, em quatro anos, o valor deve ser ainda menor. Em 2018, a média deve chegar a US$ 267. E a empresa vê também um aumento na qualidade dos aparelhos de baixo custo, citando como exemplo o Moto E, que atende necessidades básicas com qualidade.

O Android deve continuar como um sistema do “povão”, de acordo com o estudo. Atualmente, o preço médio pago por um celular com o sistema do Google está em US$ 254, mas deve cair para US$ 215 até 2018. Já a Apple continuará sendo “da elite”, mas o preço também pode cair: de US$ 657 em média atualmente para US$ 604 em quatro anos.

Curiosamente, o posto de mais barato deve ficar com o Windows Phone, afirma o relatório. A média do valor pago pelo smartphone com o sistema da Microsoft deve cair de US$ 265 em 2014 para US$ 214 em 2018.

Oculus Rift é usado na criação de skate "voador"

Reprodução
O skate voador pode se tornar realidade graças a um conjunto de tecnologias domésticas que já estão disponíveis no mercado. Só que ele não voa de verdade, só faz o cérebro do usuário pensar que voa.

Uma equipe de Amsterdã criou a coisa toda, juntando um Wii Balance Board, que identifica a inclinação da pessoa, um Kinect para rastrear a movimentação do corpo e um Oculus Rift, que cuida da transmissão em realidade virtual.

Não ficou claro por que eles desenvolveram o skate "voador", mas uma tecnologia desse tipo poderia ser usada em jogos ou simuladores, por exemplo. 

Veja como funciona:


Veja como os apps vão aparecer no seu relógio inteligente

Desenvolvedor do Android e empregado do Google publicou imagens de como os apps serão exibidos dentro de relógios inteligentes rodando o Android Wear

Divulgação
Um desenvolvedor do Android e empregado do Google, Timothy Jordan, publicou imagens de como apps vão funcionar em relógios inteligentes. Jordan publicou em sua conta do Google+ imagens de diversos aplicativos rodando no sistema Android Wear.

O Android Wear é a versão do sistema operacional desenvolvido para ser instalado em relógios inteligentes. Os principais gadgets que devem usar o sistema são o LG G Watch, relógio da LG, e o Moto 360, da Motorola.

As imagens compartilhadas pelo desenvolvedor mostram quatro aplicativos. O app do detector de fumaça da Nest (empresa que foi comprada pelo Google), o jogo Clash of Titans, o app de podcasts Pocket Casts e o calendário do Android.

“Uma das partes mais legais do Android Wear é como ele estende a plataforma Android para uma nova geração de dispositivos, sem qualquer necessidade de update no aplicativo. Se você tem um app com notificações ativadas, elas irão funcionar no seu novo wearable”, escreve Jordan.

Ela ainda fala sobre como essa sincronização entre smartphone e relógio inteligente pode ser benéfica. “Com apenas algumas linhas adicionais de código você pode entregar uma experiência ainda mais rica usando páginas e controle por voz”, escreveu.

Aos poucos o tal do Android Wear vai ganhando corpo, mesmo sem o lançamento de qualquer dispositivo com o sistema.

O Pocket, aplicativo de leitura, mostrou no final de março como uma versão dele para Android Wear funcionaria. A demonstração (vejo na imagem abaixo) é sobre como o app pode trabalhar com outros, como o Twitter, para salvar textos para leitura.


De qualquer maneira, não irá demorar até que o Android Wear chegue ao mercado. Tanto o LG G Watch quanto o Moto 360 têm lançamento previsto para este ano.

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Relógio da Microsoft será compatível com Android e iOS, dizem fontes

Mashable
Surgiu em 2013 o rumor de que a Microsoft está criando um relógio inteligente, apesar de patentes comprovarem que a companhia teve a ideia há pelo menos dois anos. Pouco se sabe sobre isso, mas a Forbes publicou uma reportagem com base em fontes que garantem: o produto existe.

Não há muitas novidades, na verdade, exceto pela informação de que o dispositivo será compatível com os sistemas das concorrentes Apple e Google, pois ofereceria sincronização com iPhones e aparelhos com Android - além, claro, do Windows Phone.

Outra coisa que a Forbes afirma é que o relógio será capaz de acompanhar os batimentos cardíacos do usuário durante todo o período em que ele estiver com o aparelho, graças a uma tecnologia emprestada da divisão Kinect.

A bateria duraria dois dias e não há informações sobre data de lançamento, só uma aposta de que ele deve ocorrer no meio do ano. A Microsoft não deu declarações a respeito.

Nasa põe Wi-Fi de 622 Mbps na Lua

Reprodução
Cientistas conseguiram transmitir sinal de internet Wi-Fi entre a Terra e a Lua. E a conexão provavelmente é melhor do que a que você tem em casa.

A Nasa e o MIT se uniram para a missão de estabelecer uma conexão em 384,4 km de distância e, segundo a Wired, apresentarão os resultados em uma conferência no mês que vem.

Eles usaram quatro telescópios de 6 polegadas no Novo México para enviar sinais a um receptor montado num satélite que está na órbita da Lua. É preciso mais de uma fonte porque não há garantia que um único sinal chegue ao receptor; quatro deles aumentam as chances.

Os pesquisadores conseguiram enviar dados a uma taxa de 19,44 Mbps, e quem estiver na Lua pode fazer download a incríveis 622 Mbps.

Próximo iPad deve ter sensor de impressões digitais Touch ID

A Apple vai colocar seu sensor biométrico Touch ID em todos os novos modelos de iPhone e iPad que ela vai anunciar neste ano, diz analista

Reprodução
O leitor de impressões digitais Touch ID é um dos grandes acertos da Apple no iPhone 5s. Diferentemente do que acontece em leitores biométricos de outros gadgets, ele não exige que o usuário deslize o dedo para ser identificado. Basta colocá-lo no botão central do iPhone.

Assim, não seria surpresa caso a Apple decidisse colocar a tecnologia em outros dispositivos. Um relatório da KGI Research (divulgado pelo site Apple Insider), uma consultora de mercado, afirma que a Apple realmente tem planos para usar o Touch ID nos novos modelos do iPhone e do iPad que serão lançados neste ano.

Isso se comprova por números divulgados pela consultora. Em 2013, 36 milhões de sensores Touch ID foram fabricados. Em 2014, houve um aumento considerável, chegando a 120 milhões de módulos. Mas o grande salto vem para 2015. Os números mostram um total de 233 milhões de módulos do Touch ID a serem entregues.

Outro palpite da KGI sobre o assunto é que a Apple irá melhorar a qualidade do Touch ID. “Nós acreditamos que a Apple, em seus novos produtos, irá optar por estanho, no lugar do material que hoje recobre o Touch ID, para aumentar a durabilidade do sensor”, afirma o analista Ming-Chi Kuo.

De acordo com analistas (inclusive o próprio Kuo) a Apple deve lançar dois modelos do iPhone 6 neste ano. Eles se diferenciariam pelo tamanho das telas: uma com 4,7 polegadas e a outra com 5,5 polegadas.

Uma nova geração de iPad Air e outra de iPad Mini devem ser anunciados também. Com isso, seriam quatro possíveis aparelhos carregando o Touch ID, em vez de apenas um (o iPhone 5s) como acontece hoje. Com isso, espaço para colocar os milhões de módulos, não faltaria.

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Anatel concede autorização para a Virgin Mobile

A empresa afirma que, a partir de agora, começará os preparativos para o lançamento das operações brasileiras no início de 2015

Andy Shaw/Bloomberg
Conforme esperado, o presidente da Virgin Mobile Latin America (VMLA), Phil Wallace, saiu de uma reunião com a Anatel nesta quarta-feira, 28, com a autorização para a Virgin Mobile Brasil atuar como operadora móvel virtual (MVNO) no país.

A empresa afirma que, a partir de agora, começará os preparativos para o lançamento das operações brasileiras no início de 2015.

A companhia recentemente anunciou uma rodada de captação no valor de US$ 86 milhões, apoiada em uma linha de crédito ampliada de US$ 41,5 milhões, para financiar o lançamento da operadora no Brasil e no México, onde deverá chegar ainda este ano.

"Estamos satisfeitos com o tratamento dispensado pelas agências governamentais, como a Anatel, que demonstrou a clara intenção de estimular a competição no mercado e melhorar os serviços para os clientes", disse Wallace em comunicado à imprensa.

As operações no Brasil devem ser feitas com o acordo de uso de infraestrutura da Vivo, seguindo a tendência de parceria entre a Telefónica/Movistar no Chile e na Colômbia.

A Virgin Mobile deu entrada na licença de MVNO na Anatel no dia 23 de janeiro deste ano.

Spotify, o maior serviço de música do mundo, chega ao Brasil

O Spotify, serviço de música por streaming com 40 milhões de usuários em 57 países, já está disponível para os brasileiros

Divulgação
Depois de meses de expectativa, o Spotify, maior serviço de música por streaming do planeta, acaba de inaugurar sua operação no Brasil. O site e os apps para Android, iOS, Windows e outras plataformas já estão disponíveis para os brasileiros.

O Spotify tem um acervo de 30 milhões de músicas, incluindo muitas de artistas brasileiros. Há duas modalidades de serviço nele.

A conte gratuita permite escolher álbuns, artistas e estilos, mas não músicas específicas. Nela, as faixas são tocadas em ordem aleatória e há anúncios intercalados, como acontece nas emissoras de rádio.

O serviço estreia com cinco anunciantes: Heineken, Fiat, LG, Nívea e Unilever (marcas Axe e Cornetto).

Com uma assinatura Premium, que custa 5,99 dólares por mês, torna-se possível ouvir faixas específicas, sem anúncios. O usuário também passa a poder armazenar as músicas no smartphone ou tablet. Assim, pode ouvi-las mesmo sem acesso à internet. 

Por enquanto, a contratação de uma conta Premium exige um cartão de crédito internacional. “Em breve, vamos aceitar diversas formas de pagamento e o preço será 14,90 reais”, diz Gustavo Diament, diretor geral do Spotify na América Latina.

Nos aspectos técnicos, o Spotify é similar a concorrentes como Deezer e Rdio, já presentes no Brasil. Mas seu marketing poderoso acabou tornando a marca Spotify muito mais conhecida que a dos rivais. Virou quase sinônimo de streaming de música. 

O lançamento no Brasil aconteceu hoje em São Paulo. Teve a presença dos artistas Fernanda Takai, Marcelo Jeneci e Gabi Amarantos. Gilberto Gil não estava lá, mas gravou um vídeo com seu depoimento.

Os quatro artistas disseram estar entusiasmados com a novidade, que eles veem como alternativa à pirataria. 

“Me anima o que esse modelo de negócios pode fazer pelo artista e por toda a indústria da música. Os fãs vão poder usar um serviço legal, com a certeza de que os artistas serão remunerados”, diz Gil.

Fernanda Takai diz gostar dos recursos de rede social: “Acho muito bom poder seguir outros artistas e ver o que eles estão ouvindo. As pessoas perguntam que músicas eu ouço. E eu também quero saber o que ouve o Gilberto Gil ou o Rufus Wainwright”.

O Spotify vinha operando há alguns meses, no Brasil, em fase experimental. Estava aberto somente a convidados. “Nesse período, sem nenhuma divulgação, 400 mil pessoas se inscreveram no site para obter convite”, afirma Gustavo Diament.

O Spotify foi fundado há seis anos na Suécia por Martin Lorentzon e Daniel Ek, o atual CEO. Neste mês, a empresa divulgou que atingiu a marca de 40 milhões de usuários ativos, sendo 10 milhões pagantes.

Na América Latina, o serviço já estava disponível em 17 países desde o ano passado. No mundo todo, contando o Brasil, são 57 países.

Diament diz acreditar que o Spotify vai se massificar no Brasil com o tempo, como já aconteceu em vários países da Europa. “Na Suécia, ele já representa 70% dos negócios com música. No Reino Unido, é quase um terço das vendas”, afirma. 

“Aqui, vai se expandir à medida que os smartphones fiquem mais acessíveis e as redes celulares evoluam”, completa.

terça-feira, 27 de maio de 2014

LG revela G3, seu novo smartphone top de linha

Divulgação
A LG lançou nesta terça-feira o G3, seu novo smartphone top de linha para disputar com os modelos mais avançados do mercado. Com tela de 5,5 polegadas (resolução de 2560x1440), que toma 77% da frente do aparelho, o dispositivo é feito de plástico que imita alumínio escovado.

Rodando Android 4.4.2, o G3 tem processador Snapdragon 801 (o mesmo do Samsung Galaxy S5) quad core (2,5 GHz), acompanhado de 3 GB de RAM, 32 GB de armazenamento e um slot para cartões MicroSD expansíveis até 128 GB. A bateria é removível, com capacidade de 3000 mAh.

Divulgação
Equipada com sensor de 13 megapixels, a câmera do celular tem estabilização óptica de imagens e sistema de foco automático a laser que promete ser mais rápido e preciso do que os modelos anteriores. A câmera frontal vem com sensor de 2,1 megapixels e função que utiliza reconhecimento de imagens para fotografar sempre que localizar o sinal: um punho fechado.

O aparelho não teve preço revelado e estará disponível amanhã na Coreia do Sul, sendo que os demais países, como o Brasil, deverão recebê-lo a partir de junho.

Sony anuncia chegada do smartphone T2 Ultra Dual e tablet Z2

Divulgação
A Sony anunciou na noite da última segunda-feira (26) que irá trazer o smartphone Xperia T2 Ultra Dual e o tablet Xperia Z2 ao Brasil em breve. O preço e a da data de chegada do tablet Xperia Z2 ao mercado nacional ainda não foram anunciados. Mas o T2 chega ao país nesta semana por 1.299 reais.

O T2 Ultra Dual é um aparelho lançado para concorrer com produtos com tela grande e configuração intermediária, assim como é o caso do Nokia Lumia 1320, que é uma versão menos potente (e mais barata) do Lumia 1520. Vale notar que o Moto G, vendido por 650 reais, tem configuração de hardware semelhante, apesar de ter um display menor.

O aparelho da Sony tem tela IPS de 6 polegadas com resolução HD (720 x 1280 pixels), processador Qualcomm Snapdragon 400 com clock de 1,4Ghz, CPU quad core Cortex A7, 8GB de armazenamento interno com suporte a cartão microSD de até 32GB, 1GB de memória RAM e GPU Adreno 305. Como o nome indica, há suporte a dois chips de operadoras de telefonia.

O sistema Android que roda no aparelho é 4.3 Jelly Bean, que conta com personalização da fabricante. Ou seja, há widgets na tela inicial, bem como alterações em diversos pontos do sistema, como, por exemplo, na central de notificações e no menu de aplicativos.

A câmera do aparelho captura fotos com 13MP, conta com flash LED, autofoco e HDR, além de um software de câmera personalizado que é semelhante ao do Xperia Z1. Os vídeos são gravados em Full HD e há uma câmera frontal com resolução de 1.1MP, que filma em resolução HD.

Tablet Xperia Z2 - O tablet da Sony tem tela de 10.1 polegadas com resolução de 1200 x 1920p e densidade de 224 pixels por polegada. Além disso, o dispositivo conta com processador Snapdragon 801 com clock de 2,3Ghz, 3GB de memória RAM, 16GB de armazenamento com suporte a cartão microSD de até 64GB e a potente GPU Adreno 330.

O aparelho também tem TV digital padrão Full seg, enquanto o smartphone Z2 tem o mesmo recurso, mas com padrão 1seg.

Há uma câmera principal que tira fotos com 8MP, com autofoco e HDR, ou seja, essa é uma das melhores câmeras entre os tablets do mercado. Ela grava vídeos com resolução Full HD a 30 fps. Já a câmera frontal também tem relativa boa qualidade, registrando fotos com 2.2MP e filma em Full HD.

Vale notar que comprando um dos novos aparelhos da Sony, o consumidor ganha o download do álbum Xscape, que conta com 8 músicas inéditas do cantor pop Michael Jackson. Para isso, é preciso usar o aplicativo Xperia Lounge, que vem pré-instalado nos dispositivos da marca. Os aparelhos contam com tecnologia de otimização sonora para que o “som soe exatamente como deve soar”, de acordo com o produtor musical LA Reid, parceiro da Sony.

No evento realizado em São Paulo, a Sony também lançou o smartphone Xperia Z2 e a pulseira inteligente SmartBand, que monitora exercícios físicos e até mesmo o sono do usuário. O conjunto será vendido por 2.499 reais.

Segundo o gerente de produtos da Sony Brasil, Joe Takata, o Brasil é um país importante para a empresa, por isso todos esses lançamentos ocorreram ainda no primeiro semestre do ano. Os produtos serão montados em território nacional nas duas fábricas da companhia no país.

Hackers sequestram iPhones e pedem fiança de até 100 dólares

Na Austrália, hackers estão sequestrando iPhones, iPads e Macs para cobrar resgates que podem chegar a 100 dólares

Justin Sullivan/ Getty Images
Hackers estão sequestrando iPhones, iPad e outros dispositivos fabricados pela Apple na Austrália. Em troca do controle dos gadgets, eles têm pedido quantias que podem chegar 100 dólares.

Segundo as vítimas dos sequestros, uma mensagem informando que seu smartphone, tablet ou computador havia sido hackeado foi enviada a seus dispositivos.

Junto do recado, vinha a cobrança de um resgate que deveria ser pago por meio do PayPal.

"Meu telefone e meu iPad foram hackeados durante a noite, uma mensagem na tela diz 'seu dispositivo foi hackeado por Oleg Pliss'", afirmou no Twitter a usuária Eva Goes.

Oleg Pliss

Buscas na internet mostram que Oleg Pliss é o nome de um engenheiro da Oracle e de um executivo de banco ucraniano - entre outras pessoas.

Entretanto, acredita-se que o nome tenha sido escolhido pelo hacker por ser incomum.

Procurada, a PayPal informou que não tem como rastrear o responsável pela conta que tem recebido os depósitos - nem como devolver o dinheiro às vítimas.

A Apple recomenda que os usuários reforcem a segurança de seus gadgets por meio de recursos como a adoção de senhas e a verificação de duas etapas.

Senhas

"É bem possível que isso esteja sendo causado pela exploração de senhas repetidas", afimou em entrevista ao jornal The Age, Troy Hunt, especialista na área de segurança em tecnologia.
Nos últimos meses, alguns gigantes da internet pediram a seus usuários que trocassem suas senhas por diversos motivos. Facebook, Google e eBay são alguns deles. 

Entretanto, esta é a primeira vez que um número considerável de usuários tem seus iPhones, iPads e Macs invadidos por hackers.

Matéria publicada em http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/hackers-sequestram-iphones-e-pedem-fianca-de-ate-100-dolares

Samsung registra patente de relógio com controle por gestos

Divulgação
Um novo tipo de relógio pode ser lançado pela Samsung, um ainda mais inteligente que os modelos atuais, como mostra uma patente que a empresa conseguiu recentemente.

O documento, tornado público pelo Android Autority, é resultado de um pedido feito em agosto passado e mostra um dispositivo redondo, em vez de quadrado como o Galaxy Gear, com aplicações que fazem previsão do tempo e monitoramento cardíaco.

Há uma grande novidade que é o controle por gestos: movimentos feitos com o braço, a mão ou os dedos desbloqueiam funções do dispositivo.

Reprodução
O design permite que o usuário retire a pulseira do produto para usá-lo como chaveiro, colar ou afixado à roupa - dependendo de um clipe para isso. O relógio pode ser transformado até em controle remoto para TV.

Reprodução
A câmera fica na lateral da pulseira, então para tirar fotos o usuário faz com o braço um movimento igual ao de ver as horas. E essa câmera ainda serviria para reconhecimento de imagens, objetos, códigos de barras e até texto.

Este provavelmente não será o relógio que a Samsung deve apresentar em junho, o que dispensa o smartphone para fazer ligações. Ainda falta aparecer o registro da FCC, em que serão mostradas as especificações do produto.

Adidas lança bola inteligente que ensina a chutar melhor

Divulgação
A Adidas lançou uma bola de futebol inteligente que pode ser usada por quem deseja aprimorar as técnicas de chute. Chamada miCoach Smart Ball, ela se conecta a um smartphone via Bluetooth e passa informações sobre a performance do jogador.

Pelo que explica a empresa, o produto não foi feito para o jogo, e sim treinamentos com bola parada, como escanteios, cobrança de faltas e pênaltis ou passes longos.

O aplicativo recebe dados para mostrar uma trajetória visual da bola, os efeitos e pontos de impacto. Depois fornece instruções de treinamento sobre como alterar a rota dobrando os pés de determinadas formas ou fazer chutes mais fortes.

O jogador pode abrir uma seção de desafios para guardar seus recordes e até compartilhar os resultados via redes sociais.

A miCoach só é compatível com iPhone e iPod touch e está à venda na Europa (€ 299) e Estados Unidos (US$ 299), tanto nas lojas da Apple, quanto pela internet. Ela vem com um carregador sem fio e o aplicativo pode ser baixado gratuitamente.


segunda-feira, 26 de maio de 2014

Apple pode apresentar sistema para casas conectadas em junho

Reprodução
A Apple pode apresentar uma nova plataforma para automação doméstica no dia 2 de junho, quando a empresa realiza a WWDC, sua conferência anual com desenvolvedores. O evento deverá mostrar novos softwares que permitirão que o iPhone controle a iluminação, os sistemas de segurança e outras aplicações de uma casa inteligente.

Segundo o Financial Times, a empresa permitirá que outras empresas lancem produtos voltados para estes recursos domésticos do iPhone, mas irá impor limitações de privacidade e testes de qualidade, como acontece no programa “Made for iPhone”.

Não há muitos detalhes sobre o que seria possível realizar com o sistema, mas uma possibilidade citada pela publicação é, por exemplo, ligar as luzes de casa assim que o usuário passar pela porta. A casa reconheceria um iPhone pareado e realiza as ações de forma automática.

A notícia não cita exatamente como a casa interagiria com o celular. Especula-se que o novo iPhone terá NFC, o que poderia ser uma forma de sincronizar o smartphone com a casa, mas isso deixaria de fora toda a população que tem um iPhone 5s ou mais antigo. Outra possibilidade mais simples seria a utilização de Wi-Fi.

A expansão do iOS para além dos celulares e tablets começou no início deste ano, quando a empresa anunciou o CarPlay, uma forma de integrar o sistema aos automóveis. Caso se confirme, a Apple estaria entrando em um território do Google, que comprou a Nest e seus termostatos e sensores de fumaça inteligentes, além de outras gigantes de tecnologia, como LG e Samsung, que já estão investindo em geladeiras e lavadoras “smart”.

LG G3 deve ser o primeiro smartphone com foco a laser

Segundo relatos, a câmera do G3, smartphone que a LG vai revelar nesta terça-feira, terá um inovador sistema de foco a laser

Reprodução
A LG vai apresentar, nesta terça-feira, o G3, seu smartphone mais avançado. Um dos destaques do G3 deve ser a câmera, que terá um inovador sistema de foco a laser.

Vlad Savov, do site The Verge, diz ter confirmado essa informação. O laser da câmera serviria para avaliar a distância até o objeto a ser fotografado. Com esse dado, a câmera do G3 poderá ajustar o foco de forma extremamente rápida. 

Até onde sabemos, é a primeira vez que essa tecnologia é usada num smartphone. O sistema de foco a laser vem acompanhado de um sensor fotográfico de 13 megapixels e de um mecanismo de estabilização óptica de imagens. 

Com essas características, o G3 poderá ter uma das melhores câmeras entre os smartphones no mercado. O aparelho da LG terá também uma segunda câmera, frontal, de 2,1 megapixels.

Savov afirma, ainda, que o G3 terá uma nova função de reconhecimento de gestos para autorretratos. O usuário poderá posicionar o smartphone à sua frente e disparar a câmera apenas fechando o punho em frente a ela.

Essas informações, é claro, não são oficias e não há garantia de que estejam corretas. Mas a LG não parece muito preocupada em guardar segredo sobre o G3.

A empresa já divulgou, entre outras coisas, que vai oferecer uma capinha para o smartphone, chamada QuickCircle, que terá uma janela circular. Pela janela, o usuário vai poder acionar algumas funções na tela sensível ao toque.

Poderá, por exemplo, controlar o player de música, fotografar e ver informações breves, como a previsão do tempo ou o horário – tudo sem abrir a capinha que cobre a tela. 

Este vídeo da LG apresenta a QuickCircle:


Este outro vídeo, também da LG, traz mais imagens do smartphone:


Moto E supera Galaxy S5 em desempenho de software

Reprodução
Quando buscamos novos smartphones, algo que frequentemente nos atentamos, é com respeito a especificações, como por exemplo, a memória RAM e o seu processador. Porém, isto não é tudo em um smartphone, um bom software pode ser uma grande virada de jogo.

Um teste realizado pelo canal do Youtube Tom Rich, resolveu colocar em prova o desempenho de um Moto E, que possui um Android quase que 100% puro, com algumas pequenas modificações, e o Samsung Galaxy S5, que utiliza a interface TouchWiz em seu Android.

Com um processador quad-core de 2,5 GHz acompanhado de 2GB de RAM, o Galaxy S5 possui especificações que dobram a do Moto E, que possui um processador Snapdragon dual-core de 1,2GHz e um RAM de 1GB. Porém, isso não parece ser problema algum para o modelo Moto E.

Frente ao top de linha da Samsung, o econômico da Motorola consegue executar com maior agilidade alguns aplicativos, como a câmera e o álbum de fotos.

Confira o vídeo abaixo a comparação dos aparelhos.


É óbvio que o Moto E, não é um smartphone superior ao Galaxy S5, mas esta demonstração serve para mostrar, como o software ativo em dispositivo, influência no desempenho do mesmo, e usar um aparelho 5 vezes mais caro que outro para apresentar a diferença, é uma boa forma de se provar isso.

Fonte: 9to5google

domingo, 25 de maio de 2014

Feliz #DiaDaToalha Nerdaiada

Por Eric Colombo


Hoje, dia 25 de maio, é comemorado mundialmente, o Dia da Toalha. A data é uma homenagem dos fãs ao autor da série "O Guia do Mochileiro das Galáxias", Douglas Adams. Neste mesmo dia, é também comemorado o Dia do Orgulho Nerd. 

A data foi celebrada pela primeira vez em 2001, por membros do H2G2, essa foi a forma que os fãs de Douglas Adams encontraram de homenagear o autor, falecido em 11 de maio de 2011. 

Mesmo sendo discutida a possibilidade de alterar a data para 42 dias após a data do falecimento(este é outro detalhe bastante importante da saga, que diz que o número 42 é a resposta para a questão fundamental da vida), ela não foi alterada, e desde então a data é celebrada por fãs no mundo inteiro, onde eles carregam uma toalha durante o dia inteiro, e as usam como capa, turbante, ou como suas criatividades lhes permitirem.

Um dos capítulos do livro mostram a tamanha importância da toalha para um "viajante da galáxia", ele diz:
Segundo ele, a toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. Em parte devido a seu valor prático: você pode usar a toalha como agasalho quando atravessar as frias luas de Beta de Jagla; pode deitar-se sobre ela nas reluzentes praias de areia marmórea de Santragino V, respirando os inebriantes vapores marítimos; você pode dormir debaixo dela sob as estrelas que brilham avermelhadas no mundo desértico de Kakrafoon; pode usá-la como vela para descer numa minijangada as águas lentas e pesadas do rio Moth; pode umedecê-la e utilizá-la para lutar em um combate corpo a corpo; enrolá-la em torno da cabeça para proteger-se de emanações tóxicas ou para evitar o olhar da Terrível Besta Voraz de Traal (um animal estonteantemente burro, que acha que, se você não pode vê-lo, ele também não pode ver você -estúpido feito uma anta, mas muito, muito voraz); você pode agitar a toalha em situações de emergência para pedir socorro; e naturalmente pode usá-la para enxugar-se com ela se ainda estiver razoavelmente limpa.

Porém o mais importante é o imenso valor psicológico da toalha. Por algum motivo, quando um estrito (isto é, um não-mochileiro) descobre que um mochileiro tem uma toalha, ele automaticamente conclui que ele tem também escova de dentes, esponja, sabonete, lata de biscoitos, garrafinha de aguardente, bússola, mapa, barbante, repelente, capa de chuva, traje espacial, etc, etc. Além disso, o estrito terá prazer em emprestar ao mochileiro qualquer um desses objetos, ou muitos outros, que o mochileiro por acaso tenha “acidentalmente perdido”. O que o estrito vai pensar é que, se um sujeito é capaz de rodar por toda a Galáxia, acampar, pedir carona, lutar contra terríveis obstáculos, dar a volta por cima e ainda assim saber onde está sua toalha, esse sujeito claramente merece respeito.
Daí a expressão que entrou na gíria dos mochileiros, exemplificada na seguinte frase: “Vem cá, você sancha esse cara dupal, o Ford Prefect? Taí um mingo que sabe onde guarda a toalha.” (Sancha: conhecer, estar ciente de, encontrar, ter relações sexuais com; dupal: cara muito incrível; mingo: cara realmente muito incrível.)

Douglas Adam
Guia do Mochileiro das Galáxias.



É isso aí Fanáticos, nós resolvemos comemorar este dia, mande também suas fotos e vídeos para postarmos aqui, junto com essas.






sexta-feira, 23 de maio de 2014

Americanos poderão se habilitar para carros autônomos em Setembro

Por Eric Colombo

Wikipedia
Antes mesmo de os carros autônomos começarem a ser comercializados,  os Estados Unidos já  começou a se preparar, para um mundo onde os motoristas serão 'extintos'.

O DMV(Departamento de Veículos Motorizados) do estado da Califórnia, uma espécie de Detran da terra do Tio Sam, pretende iniciar em setembro a concessão de licenças para operar veículos autônomos. É isso mesmo, por mais estranho que seja, será necessário ser habilitado para poder "dirigir um carro autônomo".

Para obter a licença, os "condutores" humanos, terão de passar por um teste criado pela montadora e pelo próprio DMV. Isto inclui o treinamento padrão para qualquer motorista, além de instruções de como operar qualquer dispositivo tecnológico autônomo.

As inscrições para os interessados começarão em julho, porém, não parece ser algo tão interessante no momento, tendo em vista que os veículos autônomos não tem previsão para entrarem no mercado. Mas logo mais eles chegarão, e só vai poder usufruir dos novos brinquedinhos, quem estiver com toda a documentação pronta.

A licença custará US$ 150 e você pode conferir os termos da licença aqui.

Fonte: VentureBeat

Sistema do Google dá inteligência a drone

Reprodução
O Google pode estar perto de apresentar um tablet baseado no Project Tango, mas quem já tem um smartphone com a tecnologia está trabalhando para expandi-la.

É o caso de um grupo de pesquisadores da Universidade da Pensilvânia que acoplou o aparelho a um drone, tornando-o mais inteligente.

O Tango consiste em um esquema de mapeamento de interiores que faz com que o smartphone (e, em breve, um tablet) consiga se localizar dentro de uma sala, quarto etc. Isso, no drone, ajudou o aparelho voador a saber exatamente em que ponto estava.



No vídeo acima, divulgado pelo TechCrunch, é possível ver primeiro o drone usando os dados do Tango, sem sensores externos, para manter sua posição no espaço - mesmo quando é forçado a se locomover, ele retorna.

Depois, os pesquisadores usam um laptop para indicar novas localizações, mas sem dizer “vá do ponto A ao ponto B”. Eles simplesmente indicam aonde o drone deveria ir e o aparelho usa seus conhecimentos com base no mapeamento feito com o Tango para descobrir o caminho.

Matéria publicada em http://olhardigital.uol.com.br/noticia/42166/42166

Brasil investiu R$ 135 bilhões em TI em 2013, diz estudo

Reprodução
A indústria brasileira de TI movimentou US$ 61,6 bilhões (R$ 135 bilhões) em 2013, alta de 15% em relação ao ano anterior, e se posiciona como a sétima maior no mundo. Os dados constam de pesquisa divulgada nesta sexta-feira pela consultoria IDC, encomendada pela Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES). 

Se considerados apenas os investimentos em Software e Serviços de TI, a maior fatia do bolo, o segmento somou US$ 25,1 bilhões (R$ 55,4 bi) no ano passado, representando crescimento de 10,1% sobre 2012.

O estudo apresenta também a concentração regional dos investimentos em TI no país. Analisando apenas o segmento de software, a região sudeste reuniu o maior volume de recursos em 2013, com 64,6% de participação. O Norte do país foi o que menos investiu no setor, com o percentual de 2,2%; o Nordeste registrou 8,6%; o Sul 13,4% e Centro-Oeste 11,03%.

No setor de serviços, o sudeste do Brasil foi também a região com o maior volume de investimentos, com participação de 63,1%, seguido da região Centro-Oeste (13,7%), Sul (12,4%), Nordeste (8,5%) e Norte (2,1%).

De acordo com a pesquisa, o mercado brasileiro de software e serviços é liderado por micro e pequenas empresas, com participação de 43,9% e 49,6%, respectivamente. Os negócios de médio porte têm representação de 5,2% e as grandes apenas 1,3%.

Software por segmentação
Em 2013, o segmento de aplicativos manteve a liderança com participação de 43,5% dos softwares desenvolvidos. Ambientes de desenvolvimento representaram 31,5%, infraestrutura 23,1% e software para exportação, apenas 1,9%.

“O alto índice do segmento de aplicativos está atrelado à terceira plataforma que prevê a multiplicação da disponibilidade de aplicativos para atender ao crescimento de dispositivos móveis no país. Esses novos dispositivos são consumidores vorazes de aplicativos, o que abre uma grande oportunidade aos desenvolvedores de software”, comenta Jorge Sukarie, analista da IDC.

TI pelo mundo

Em 2013, foram investidos, mundialmente, US$ 2,05 trilhões em TI. Os Estados Unidos mantiveram a liderança, com US$ 659 bilhões investidos. Comparando apenas os investimentos entre os países da América Latina, o Brasil foi o que mais apostou no mercado de TI, representando 47,4% de todo o montante aplicado em TI da região.

Tendências 

Para Sukarie, as tendências no setor apontam para o crescimento nos investimentos em cloud compunting e em Big Data, com direcionamento à qualificação profissional. Segundo o estudo, 40% das empresas vão apostar em 2014 em dispositivos pessoais, os denominados BYOD (sigla em inglês para bring your own device), como estratégia integral de mobilidade.